Literatura

Para fazer parte da Rede Cultural Duque de Caxias, acesse o link do formulário aqui.

1.png

Duh Esteves

Olá, eu me chamo, Duh Esteves e sou um ator, aspirante a escritor e roteirista de 30 anos, que desde 2016 vem desenvolvendo textos para teatro e audiovisual e que agora lançou a prévia de meu primeiro livro. Morador da cidade de Duque de Caxias, RJ, tenho enxergado na escrita a forma mais libertadora de me expressar artisticamente, tendo como objetivo gerar discussão através de temas que precisam ser debatidos e normalizados.

Não esqueça de me seguir nas redes sociais: 

Instagram | Twitter
@euduhesteves

Facebook | YouTube
Duh Esteves

Telefone: (21) 96440-0707

WhatsApp: (21) 96440-0707

Site: https://linktr.ee/euduhesteves

E-mail: euduhesteves@gmail.com

Endereço: Rua: 22 de março, 14 - Pq. Lafaiete - Duque de Caxias - RJ

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
edu.jpg

Eduardo Ribeiro

Iniciou sua carreira artística em 1986, durante a gestão do grupo pacifista Utopicus Pacificus em Duque de Caxias, quando criou e produziu a antologia de poesia alternativa Arrulho, que publica até hoje a poesia alternativa de poetas independentes. E os eventos Barrulho Culrtural - festa de lançamento da revista Arrulho com artistas dos porões, lages e garagens da Baixada Fluminese.   Atualmente mantém o Portal de Conteúdo Baixada Fácil que divulga as notícias positivas da Baixada Fluminense. Utilizando materiais de baixo ou nenhum valor para a indústria da reciclagem, lançou os trabalhos de arte contemporânea “Poesia em Letras Garrafais”, "Estou aqui só de passagem", "Dente de leite", "Balas perdidas" e "Ex tampas". Particpou de duas exposições individuais e diversas coletivas com o grupo Imaginário Periférico.

AirBrush_20210219234745 - Everton Souza.jpg

Tom Borges

Minha história e a literatura se esbarra desde muito novo.

Criado pela minha avó(Helena Vieira), analfabeta,

ainda na pré escola, enquanto aprendia a ler e escrever, as letras me encantavam de tal maneira que ao chegar em casa eu ensinava minha avó à ler e escrever.

Um dos primeiros livros que consegui ler por completo foi "O auto da compadecida", do brilhante autor Ariano Suassuna.

Aos 5 anos comecei a escrever e recitar poesias para meus familiares e apesar de estar me divertindo, muitos diziam que eu tinha um jeito para a coisa.

Aos 7 anos, já escrevia alguns cordéis que eram a diversão nos encontros de família.

Aos 10 anos, já escrevia pequenos diálogos entre amigos que eu nem imagina, mas já eram um grande sinal do que viria.

Durante o ensino fundamental eu escrevia muitas crônicas relatando o que acontecia no patuá durante os intervalos.

Aos 14 anos, já no último ano do ensino fundamental, participei da "Maratona Escolar Ariano Suassuna " que homenageou o autor ainda em vida na Academia Brasileira de Letras, no Centro.

Aos 15 anos, escrevi minha primeira peça intitulada "O encontro de amigos".

Aos 17 anos já dava palestras em encontros literários com minhas próprias poesias.

Aos 18 anos, levei meu primeiro espetáculo co-autoral para os palcos do Teatro Municipal Raul Cortez,o espetáculo  "Sonhos que sonhei" onde atuei como produtor, co-autor, preparador corporal, diretor e ator.

Dos 18 aos 20 anos, frequentei encontros literários onde apresentava meus próprios trabalhos literários e ressaltava a importância da literatura.

Aos 20 anos trabalhei como co-autor e compositor no espetáculo adaptado "O negro domado" que foi apresentado em vários municípios da Baixada fluminense.

Atualmente, trabalho no meu primeiro livro intitulado "resiliência" que também será título do meu próximo espetáculo teatral inspirado no livro.

Telefone: 

WhatsApp: (21) 99965-1291

Site: 

E-mail: ContatoTomBorges@gmail.com

Endereço:

  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube